terça-feira, 23 de abril de 2019

#18 Sofia Mano, yoga e vegetarianismo


Terminou o curso de Psicologia Clínica, fez parte de um grupo de teatro, trabalhou como hospedeira de bordo na Emirates Airlines, integrou um grupo de apoio psicológico a assistentes de bordo e, há dois anos, concluiu a sua formação em Bali como professora de yoga. Ao longo de todos estes anos, aprendeu a ser mais presente para si e para os outros, percebeu que somos todos feitos da mesma matéria e, essencialmente, que a melhor ferramenta que tem ao seu dispor é a respiração. Foi num exercício de meditação que tomou verdadeira consciência de como os alimentos chegavam ao seu prato e foi exactamente aí, nesse instante, que se deu a mudança e decidiu deixar de comer animais. 

"Comecei a escutar o meu corpo e a sentir que a forma como o nutria nem sempre era a mais adequada. Deixou de me fazer sentido comer por comer, passei a ver a minha alimentação como mais um momento para cuidar de mim e para me conectar. Passei a querer estar mais presente a todo o processo, desde o momento da ingestão ao momento da digestão e apercebi-me claramente do impacto que os alimentos têm em mim, na própria forma como me sinto não só fisicamente mas emocionalmente, mentalmente e espiritualmente."

Falamos de yoga, de alimentação, de consciência e da importância de respirar.
Obrigada Sofia.

sábado, 13 de abril de 2019

Alimentação natural no bebé


Quando chegou a altura de iniciar a alimentação complementar do Lourenço tive algumas dúvidas porque não tinha nenhuma referência próxima de um bebé com alimentação "plant based".  Então, decidi pedir ajuda à nossa naturopata, Marina Lourenço, que nos deu dicas preciosas sobre esta fase de transição. E hoje partilhamos todas convosco. 

" O organismo da criança nasce praticamente limpo e é da nossa responsabilidade fazermos tudo o que estiver ao nosso alcance para que assim se mantenha, por um futuro melhor, mais responsável e mais saudável". 

Vera Belchior, "Nascer e Crescer Vegetariano"

quarta-feira, 13 de março de 2019

#17 Ana, a natural life


Conheci a Ana (@anaturalife) através das redes sociais, mais especificamente quando lançou o seu novo e bonito projecto, a agenda de 2019, Descobre o teu Ikigai - que tive a oportunidade de fotografar. Rapidamente me apercebi que este projecto era muito mais do que uma simples agenda e fiz questão de falar com a Ana sobre tudo o que a levou a chegar a ela. Aqui, falamos sobre o que a motivou a mudar de estilo de vida, que mudanças houve na sua vida desde esse momento, a sua relação com a comida e também do seu projecto. No final, a Ana dá-nos ainda uma receita de papas de aveia de beterraba! 

" Não é necessário comprar alternativas à carne ou ao peixe. Nós conseguimos obter tudo aquilo que o corpo precisa das plantas, cereais, leguminosas, legumes, frutas, oleaginosas. A terra é perfeita e dá-nos tudo o que precisamos para uma alimentação variada, saudável e saborosa."

sexta-feira, 1 de março de 2019

Fraldas reutilizáveis, por Luísa Barbosa


Nas redes sociais, é cada vez mais fácil encontrar pessoas que fazem escolhas mais conscientes com os seus bebés - quer seja utilizando fraldas descartáveis biodegradáveis, quer utilizando fraldas reutilizáveis; quer seja pelo ambiente, quer pela saúde dos bebés. 

Já seguia a Luísa Barbosa há algum tempo, mas passei a segui-la ainda mais de perto quando teve a sua bebé e começou de imediato a utilizar fraldas reutilizáveis na pequenina Aura. É incrível como este mundo das fraldas reutilizáveis se estende cada vez mais e, felizmente, as pessoas como a Luísa também conseguem chegar a cada vez mais pessoas e inspirar a comportamentos mais conscientes. 

Depois do post sobre a minha experiência com fraldas reutilizáveis, decidi mostrar-vos, uma vez mais, que não se trata de algo arcaico e que pode ser uma escolha de cada um de nós. Para isso, estive à conversa com a Luísa que nos falou um bocadinho da sua experiência de fraldas reutilizáveis com a sua bebé.